O cérebro humano foi criado para aprender e evoluir com esse aprendizado, repassando-o ao próximo e expandindo suas áreas de conhecimento, e evoluindo culturalmente. Mas nem sempre, por mais conectados que estejamos hoje, conseguimos nos manter atualizados.

As vezes precisamos retirar o atraso e correr em busca de uma aprimoração, mesmo quem possui um diploma nota 10 pendurado na parede. As vezes precisamos de um upgrade. E há um bom motivo para isso: conforme o tempo passa, perdemos algumas informações que não estejam em uso imediato.

Talvez você se encontre na seguinte situação: está estudando e precisa lidar com uma enxurrada de matérias na escola. Ou talvez já tenha passado desta fase e esteja preocupado em manter sua memória.

Bem, a maioria de nós está numa fase ou outra e ainda que você não esteja preocupado com sua memória ainda, saiba que o conhecimento adquirido por nosso cérebro tem data de validade. Isso mesmo, você pode esquecer mais da metade do que aprendeu com o passar do tempo.

Com o passar de algum tempo, podemos esquecer coisas importantes. Poderia ser uma língua estrangeira, cálculos de matemática ou partes da escrita, como algumas palavras e até como que se escreve elas!

Imagine uma pessoa no auge de sua forma física, braços musculosos, barriga durinha e capaz de correr kilômetros sem se cansar tanto, resultantes de uma rotina ou modo de vida adquirido e mantido por alguns anos.

Então você para um pouco e relaxa, volta alguns meses depois no verão e por incrível que pareça continua em forma. Ou você é muito sortudo em termos genéticos ou ainda é jovem. Muito jovem. Mas mesmo os jovens perdem sua boa forma se pararem de se exercitar por algum tempo mais contínuo. E o que antes parecia fácil, de repente se torna difícil, alguns metros se tornam quilômetros e alguns quilômetros uma jornada até a lua.

Então você inicia tudo outra vez, do princípio.

Exercite sua memória ou comece a esquecer o que aprendeu

Assim como o nosso corpo, o cérebro – ainda que uma máquina poderosa-, precisa de exercícios regulares acerca de um conhecimento adquirido. Ainda que você tenha domínio completo sob determinado assunto hoje, senão praticá-lo, ficará enferrujado.

Pratique seus conhecimentos regularmente.

Pesquisas indicam que em 6 horas perdemos até 25 por cento de algo recém aprendido, em 24 horas 33 por cento e em 6 meses, podem acreditar, as perdas podem alcançar 90 por cento.

Por instinto, o cérebro mantem-se “atualizado” sobre coisas que vamos utilizar de um jeito mais imediato. Logo, o afastamento de uma determinada atividade pode ser comprometedor acerca de suas habilidades.

E não só exercitar o que já sabemos, mas nos manter atualizados acerca das novidades é algo imprescídivel e não mais apenas um diferencial no mercado de trabalho, por exemplo.

Hoje em dia, quando as coisas mudam muito mais rapidamente do que antes, você precisa se manter dentro dos novos acontecimentos, ou acabará ficando ultrapassado como consequência.

Cursos de reciclagem são uma boa opção quando não obrigatórios, principalmente em atividades que envolvem riscos, no caso.

Outras áreas, como a área tecnológica, seja de hardware ou de software, requerem muito mais atenção nesse sentido, porque evoluem rapidamente.

exemplo de software

Então diante desse caso você poderia estar pensando em se tornar psicólogo, arrumar um emprego relacionado a psicologia e pronto, up to dated, porque a psicologia não se inova, certo?

Você poderia pensar que ainda “é a mesma velha ‘doutrina’ baseada nos estudos desenvolvidos por Froid” e que assim ainda permaneceria por muito tempo.

A resposta é NÃO.

Mesmo um ramo como o da psicologia se transforma, e isso se dá para qualquer área do conhecimento humano, é importante ressaltar.

Novas técnicas sempre se criam, novos desafios e novas teorias não deixam qualquer ciência ou filosofia parada no tempo. Ainda que velhas técnicas ainda funcionem, o ser humano está sempre em transformação, e elas precisam de adaptações constantes.

Se manter atualizado não é apenas uma necessidade social e de interação com o mundo que construímos e vivemos, do jeito como vivemos.

Se manter atualizado é uma necessidade inclusive de saúde: seu cérebro não é apenas apto ao conhecimento, ele precisa de conhecimento para se manter saudável.

Por via das dúvidas, conhecimento nunca é demais.

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.

www.000webhost.com